Desapego e a meditação


Desapegar é uma palavra muito utilizada e seu conceito já foi muito explorado e até desgastado a ponto de chegar em alguns momentos ser banalizado, se tornou comum ouvir e falar em desapego, dessa forma já é natural entendermos o desapego como um ato de deixar ir, pelo menos é nesse sentido que quero focar, por isso quero trazer uma reflexão da importância desse conceito para a vida humana.

Vivemos a todo momento processos de desapego para podermos viver, desapegamos do plano espiritual para podermos encarnar, desapegamos do conforto do ventre para podermos nascer, desapegamos do leite materno e do conforto do colo quentinho para crescer, desapegamos das brincadeiras infantis para se desenvolver, desapegamos das aventuras da juventude para amadurecer, desapegamos a todo momento do ar que entre em nossos pulmões para podermos respirar novamente, nosso coração recebe e desapega do sangue que entra em inúmeras contrações para poder fazer o sangue fluir e circular por todo o corpo, e assim a vida segue e flui em inúmeros desapegos.

Contudo, é comum nos depararmos com situações que queremos preservar eternamente, seja um momento feliz, seja um relacionamento, seja uma amizade, pois o bem-estar dessa situação, o conforto do que já é conhecido, do que já sabemos lidar é mais fácil e mais gostoso do que o desconhecido, a falta, o vazio, o novo.

O processo de desapego não é fácil e inúmeras vezes muito dolorido, dores que muitas vezes não passa só aprendesse a conviver, porém sem o desapego as coisas não se movimentam e a vida não flui, a respiração cessa, o coração para, a água parada apodrece, então para facilitar esse aprendizado que a meditação pode ser uma forte aliada!

Quando paramos um momento para meditar e, concentramo-nos em alguma coisa seja a respiração, sensações, sons, imagens e etc. passamos a prestar mais atenção nesse processos, aprendemos em menor grau a observar o ir e vir do ar nos pulmões, dos pensamentos, da temperatura e perceber nossa energia, passamos a ver a importância e aprender com o que se viveu, dessa forma aos poucos nos preparamos para lidar com outras situações maiores, não que serão menos dolorosas, mas serão mais conscientes, mais fáceis de digerir, de entender o significado e aprendizado do que se viveu.

Por tanto, te convido a utilizar dessa ferramenta para aprender a lidar de uma melhor forma com os processos que são constantes e inevitáveis para a manutenção da vida a mudança e o desapego.


24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

©2020 por Templo Senhores da Luz.  CNPJ  16.937.287.0001/10